Sobre

Um pouquinho do Brasil em Israel


“Isso aqui ooooo é um pouquinho de Brasil iaiaaaaa, desse Brasil que canta e e feliz, feliiiiiz, feliiiiiiz…”
Quem de nos nao conhece essa, nao e mesmo?

Demorou, mas veio! Brasil Ba’Aretz foi idealizado ha cerca de um ano e, de la pra ca, muita coisa aconteceu, dentre elas o dominio ter sido perdido para um novo titular que, depois de muitos desencontros, foi superquerido e aceitou fazer uma troca: devolver o brasil.co.il para a minha titularidade e receber um dominio adequado ao seu nicho de trabalho.

Agradeco, de coracao, ao Marcelo Adiel do Grupo Bahia Brasil por sua simpatia e generosidade e desejo muito sucesso para ti e o teu grupo!

Tive a ideia do site alguns meses apos fazer Alia depois de perceber que “nem tudo sao flores” como a gente pensa que vai ser quando a gente faz a primeira entrevista com a agencia Judaica. E ninguem diz que vai ser facil! Bem pelo contrario: nos avisam que vai ser dificil! Mas creio que as dificuldades sociais, economicas e politicas do Brasil nos fazem criar essa falsa perspectiva: de que saindo do Brasil, qualquer coisa sera mais facil. Mas nao e bem assim… Nao MESMO!

Assim que a gente se torna Olim Chadashim, a gente percebe que a coisa aqui nao foi feita pra nos. Ou melhor, a gente percebe que Brasileiro e o ultimo colocado dos Olim Chadashim, por uma simples razao: o que menos tem em Israel e imigrante do Brasil, somos somente uns 20mil cidadaos no Pais todo!

Entao vamos ver leis especificas de apoio para imigrantes Russos, Ucranianos e de outras nacoes da extinta Uniao Sovietica, muitas politicas para imigrantes do Yemen, Etiopia, Eritreia e Marrocos, que sao normalmente Alia de Resgate, e um que outro servico em Espanhol por causa da onda de imigracao Argentina no final dos anos 90/2000 por causa da crise economica, seguidos de alguns outros tantos de outros paises da America latina. Mas essa coisa de brasileiro fazendo Alia e razoavelmete nova. Claro que a gente sempre vai conhecer um que outro brasileiro que esta aqui “desde os tempos do epa”, mas era um que outro. De alguns anos pra ca e que mais brasileiros comecaram a imigrar para Israel.

Ou seja, quando a gente chega aqui, se nao falar Ingles ou pelo menos Espanhol, ta ferrado, porque NADA e em Portugues. E por mais que tu fale Ingles e Espanhol, como e o meu caso, os servicos nessas Linguas costumam ser segmentados, voltados para os cidadaos vindos dos Estados Unidos ou Paises de lingua Hispanica. Ninguem vai te atender em Portugues no Banco, nem no Ministerio de Absorcao, nem na Prefeitura da tua cidade nem em orgao publico algum!

Ai a gente comeca a conhecer os grupos da Brasileiros no Facebook, aonde um conta pro outro onde se encontra um produto x que da pra usar como substituto para aquele que a gente usava no Brasil, onde e que tem uma cabeleireira boa, ou um medico, um dentista brasileiro – porque aqui a gente ve o quanto eles sao bons!!!

E entao creio que rola um sentimento parecido em todos nos, Olim brasileiros: falta uma rede maior de comunicacao, falta falantes da Lingua Portuguesa para nos dar um help sobre legislacao, seja ela imigratoria, trabalhista ou previdenciaria. Depois de algum tempo aqui, quando o momento “paixao” passa e a gente comeca a se sentir cidadao, a gente fica se sentindo meio “orfao”, porque nao tem como ir na esquina sem lembrar que tu e imigrante. E nessa hora, por mais poliglota que tu seja, tu quer falar a tua lingua, e comer aquela comidinha que a tua mae fazia pra ti no Brasil.

E foi pensando nisso que criei o Brasil Ba’Aretz, aonde pretendo publicar dicas e informacoes sobre tudo o que descobri aqui nesses quase 3 anos de Ola Chadasha! Quero tambem divulgar Produtos e Servicos de Brasileiros e para Brasileiros e contar com a colaboracao de todos voces que se identificaram com essa historia para me enviarem dicas, receitas, historias e o que mais voces quiserem para ser publicado aqui no Brasil Ba’Aretz!

Afinal, aqui tambem e o teu lugar entao, “entra, pode entrar, a casa e sua”!



%d bloggers like this: